Dona Biscoito entre tesouras, cartolinas e flores

IMG_4943_RD

Posso começar por contar uma pequena história de encantar. Um entendimento imediato, gostos semelhantes e conversa que nunca mais acabava. Foi assim, quando conheci a Anna pessoalmente.

A Anna tem este blog maravilhoso onde mostra as lindas festas que executa.  À largos meses atrás já tínhamos falado pelo telefone, mas sem sequer nos identificarmos. O tempo passou, nunca mais falamos, mas eu seguia todos os seus trabalhos, festas, e em cada uma me apaixonava mais e mais.

Um dia elogiei o seu maravilhoso trabalho e de repente estávamos numa longa conversa internauta.

Foi assim que me liguei à Anna quase instantaneamente. Eu adoro o trabalho dela. Fico derretida com as cores, as ideias, o extremo bom gosto que coloca nas mesas que decora, quer em casamentos, quer em festinhas para crianças, na verdade, em tudo o que faz.

Por seu lado, ela gostou do meu entusiamo, do amor que coloco nas cartolinas, nas tesouras, nos docinhos. E os nossos gostos encontraram-se.

Foi por isso que fiquei encantada, agradecida e orgulhosa com o convite para falar um pouco sobre cartolinas, as festinhas simples que já fiz e a dedicação à fotografia.

A fotografia aparece inerente a tudo o que faço e mesmo no meu dia a dia. É inato o meu gosto por gravar momentos na objectiva de uma câmara. Desde ainda criança que o faço. Nada me faz mais feliz que estar por trás de um cenário que as minhas mãos transformaram e guardá-lo para sempre através de um clic. Nem pensar em não ter memórias daquele bolo delicioso, daquela festa perfeita ou da mesa de um aniversário que será para sempre recordado.

Não sei qual o nome para definir o meu amor por flores. Não me sinto confortável, parece que falta vida, falta qualquer coisa quando me sento na secretária para escrever um post, recortar cartolinas ou simplesmente pesquisar fotografias, receitas ou bricolage, e não ter flores junto de mim. Não preciso ir à florista. Vou colhendo nos campos a caminho do trabalho ou de casa.

É quase sempre associado a flores que me baseio para fazer as festinhas que tanto gosto. E em tudo o que faço as flores não podem faltar, juntamente com o recortar cartolinas, montar caixinhas, cones, etiquetas para identificar os alimentos que compõem a mesa.  Entusiasmam-me mesmo as lindas caixinhas, que recorto com um aparelho próprio ou à mão, consoante o tamanho que me interessa. Coloco nelas o que de melhor faço, bolinhos de areia, coquinhos, brigadeiros.

Sempre as faço combinando com as cores da festa. Associo uma forminha plissada, uns tapetinhos rendados, ou aplico recortes.

Os bolos ou docinhos também decoro com elementos de papel, quer sejam etiquetas, chapelinhos ou letras. Uso uma máquina de recorte com variados formatos de cortantes. Uma perdição

Estas caixinhas vão estar disponíveis na nova loja da Anna que garanto; vai ser LINDA!

 

Quando me pedem um arranjo de uma festa sobre determinado tema, pesquiso muito, mas acabo sempre por ir fazendo o que a imaginação vai ditando. E uma simples cabeça vazia no início vai desenvolvendo ideias e de repente já não consigo acompanhar o meu próprio pensamento de tantas coisas que vão surgindo para executar.

Impossível negar que as minhas cores preferidas são os tons claros. Rosa, champanhe, salmão, verdes, sempre acompanhados com brancos. Amo tons pastel e tudo o que é mimoso e “fofinho”.

É por todo este conjunto de ambientes que me encantam as festas da Anna. A abundância de flores, as cores suaves, o extremo bom gosto e a hamonia que impera em cada mesa elaborada por ela.

Obrigada Anna, por este carinho. Felicidades para todo o maravilhoso trabalho que desenvolves e para todos os projectos que fazes crescer

Beijinho e até breve

IMG_4957 IMG_4948_RD IMG_4955_RD IMG_4947_RD IMG_4959_RD IMG_4965_RD IMG_4966_RD IMG_4963_RD IMG_4952_RD IMG_4954_RD

Post em colaboração com Cláudia Vasconcelos, Dona Biscoito
Fotografia, Produção e Styling: Cláudia Vasconcelos, Dona Biscoito