10,9,8,7,6,5,4,3,2,1, 0…… Partida!!!

“- Temos de ir atestar! Estamos mesmo mesmo a chegar à reserva!
– Olha, sai já aqui na próxima à direita. Temos uma estação de serviço mesmo à nossa espera no jardim!
– Uma estação de serviço no Jardim?! Isso não existe…
– Existe sim! É a melhor estação de serviço do mundo!!! Anda, eu indico-te o caminho!”
Ao virar à direita,  o Gonçalo e Tomás nem queriam acreditar no que viam. Uma estação de serviço à antiga, vintage, do mais retro que há. Uma verdadeira relíquia só conhecida por alguns. Aqueles sítios quase secretos que queremos guardar só para nós e em que o tratamento e a qualidade são muito acima da média!

Uma estação de serviço que é na verdade, nada mais, nada menos que uma festa. Muitos curiosos aproximam-se e rodeiam uma mesa que se torna rapidamente o centro de todas as atenções. Depois de conseguirmos furar um caminho chegámos então mais perto, e conseguimos ver  uma mesa grande com um bolo de dois andares e muito material à volta … vários parafusos, pneus sobressalentes espalhados…. mas que num segundo olhar percebemos que ganham um novo corpo, uma nova vida ora como decoração, ora em forma de doces recheados de sabores e diferentes texturas. Ferramentas que são na verdade bolachas, pneus que são afinal mini donuts de chocolate. Um mundo de surpresas em que os olhos procuram e descobrem coisas novas a cada minuto, a cada segundo e nos transportam para todo uma viagem de sabores.

E claro para além da mesa de oficina, não poderia faltar a bomba de gasolina. É hora de atestarmos os nossos corações de festa e muita alegria!